sábado, 9 de abril de 2011

A bicicleta não limita seus caminhos. Ela os amplia. POR WILLIAN CRUZ, EM 9 DE ABRIL DE 2011


Em alguns momentos, você precisa evitar uma avenida ou algum trecho com muitos carros. Mas há muitos outros caminhos. Caminhos que de carro não se vê, nem é possível usar. Pequenos atalhos urbanos, como esse da foto, que me poupou um bom trecho de avenida pelo qual eu teria que pedalar até encontrar um retorno.
Olhe sua cidade. Pedale e descubra o que os outros não vêem. Redescubra aquele olhar curioso de criança, quando você reparava em detalhes e se surpreendia tanto com um prédio enorme quanto com uma formiga carregando uma folha.
Em sua cidade há caminhos, vielas, pássaros, flores e cenas que só se vê sem pressa. E que mostram uma cidade muito mais agradável do que a que contam por aí. Sua cidade não precisa ser a mesma cidade dos outros. Tenha outro olhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário