domingo, 24 de abril de 2011

Por mais mulheres pedalando nas ruas!


Ontem escrevi sobre uma pesquisa em São Paulo mostrando o uso das bicicletas na capital paulista. Tem um dado que escolhi trazer em separado, porque merece atenção especial. Só 10% dos ciclistas em São Paulo são mulheres! A mulherada diz ter medo da selvageria dos motoristas no trânsito...
Isso é realmente triste.
Renatinha, nossa brilhante blogueira do De Bike, pedala por aí afora com valentia. É uma pena saber que ela é quase uma exceção. Outras mulheres poderiam pedalar pelas ruas e não fazem por causa da falta de cavalheirismo e de civilidade no trânsito. A Renata fez anteontem um post muito bacana com a ciclista Claudia Franco, do Sampa Bikers Mulher e do Ciclofemini, que tem uma história bonita com o pedal. Adepta do mountain bike, Claudia disse que não pedala nas ruas de São Paulo (e aí se poderia ler Rio de Janeiro ou qualquer outra grande metrópole brasileira, porque os problemas são os mesmos).
Olha que interessante e realista o depoimento da Claudia para a Renata :
A ciclista Claudia Franco"Não pedalo na cidade. Os motoristas estão cada vez mais agressivos e impacientes, temo pela minha segurança, mas também acredito que o governo ainda vá encontrar soluções inteligentes para que a bicicleta seja usada como meio de transporte. Em São Paulo, há muitos lugares magníficos, basta se distanciar 50 km da capital que você encontra trilhas sensacionais. Todo final de semana estou em algum lugar do interior, pedalando. O Brasil é um país próprio para mountain bike, temos muitas montanhas, clima agradável e milhões de trilhas disponíveis".
Que tipo de melhorias podem acontecer para a segurança das ciclistas?
"O que falta para todos é educação e cultura. Faltam campanhas educativas e leis claras. Sou a favor da ciclovia, porém o investimento é imenso e não acredito que teremos a cidade permeada de boas ciclovias. Para chegar a uma ciclovia, invariavelmente é necessário pedalar muitos quilômetros, se expondo ao perigo. Meu sonho de consumo é ver pessoas andando livremente com suas bicicletas pelas ruas. Gostaria muito que o governo investisse em campanhas de incentivo ao uso da bicicleta .Gostaria que o governo investisse na infra-estrutura para os usuários de bicicleta incentivando as parcerias entre os modais: ônibus, trem e metro. Muitas leis que pareciam ter nascidas sem sucesso hoje estão aí para provar que tudo é uma questão de cultura, de investimentos em campanhas educativas que conscientizem a população. Cito como exemplo as campanhas para incentivar o uso do cinto de segurança, o uso de preservativos, entre tantas outras. Enquanto as ações relacionadas ao uso da bicicleta estiverem atreladas ao lazer somente nenhuma cidade no Brasil irá evoluir para a adoção de um meio de transporte ecologicamente e saudavelmente correto".
O SONHO DA CLAUDIA É O NOSSO SONHO. Parabéns, Renata, pela ótima entrevista (e por encarar as ruas do Rio de Janeiro). Parabéns, Claudia, pelo ótimo exemplo de amor ao pedal e pela lucidez. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário